Assinatura RSS

I’m alive!!!!!!!

Publicado em
As irmãs

As três irmãs: Aline, eu e a NOIVA Cris!

Só passando pra dizer que eu estou viva!!!!!! Tenho tantas coisas pra dizer, mas uma delas me desmotivou totalmente de entrar aqui:

MEU APARTAMENTO AIIIIINDA NÃO FOI ENTREGUE!!!!!!!!!!!!!

E isso acaba influenciando em tudo: minhas coisas continuam encaixotadas, espalhadas e desorganizadas (esse último é inteiramente culpa minha mesmo, rs). Além disso tudo, e pra piorar, minha câmera fotográfica está encaixotada também, e eu queria escrever os posts com fotos.

Vou tentar, mesmo assim, e com todo o esforço do meu core, escrever aqui com frequência, pra contar as novidades e tentar cumprir o objetivo desse blog que já nasceu meio-órfão, meio-“filho de mãe desnaturada”.

Pra começar: minha irmazita vai casar!!!!!!!!!! Lá em casa obedecemos a ordem: nasceu primeiro, casa primeiro, então… é a vez de Maria Cristina se tornar uma senhora.

Ela tá tentando fazer um casamento bem econômico, mas bem legal também, então, será um desafio que no fim, se Deus quiser, será gratificante.

Vou tentar postar algumas notícias sobre os preparativos aqui.

Beijos!!!!

Anúncios
Publicado em

RAÍZES SAUDÁVEIS

No dia seguinte ao temporal do último final de semana, passeando pelas ruas da cidade, vi o saldo do ocorrido: várias árvores, de todos os tamanhos e larguras, estavam caídas – o vento havia sido suficientemente forte para arrancá-las do solo. A cena assustadora e impressionante foi ainda pior no Parque da Cidade, onde pinheiros altos e imponentes simplesmente vieram ao chão.

Por um tempo, fiquei sem entender porque a grande maioria conseguiu permanecer em pé, já que o vento havia sido igual para todas, mas logo obtive a resposta: as raízes. Passei a observar melhor e vi que todas as raízes das árvores tombadas eram curtas ou finas demais. Comprovadamente, o problema estava na raiz.

Meditando um pouco sobre isso, acho que podemos nos comparar a essas árvores. Como elas, temos uma raiz, mas a nossa se desenvolve em Jesus e pela ação da palavra de Deus. O problema é que nem sempre esse desenvolvimento ocorre da forma como deveria. Por fora, olhando com os nossos olhos, é difícil identificar aqueles cujas raizes apresentam problemas, entretanto, o Senhor sabe quais permanecerão de pé após um temporal. O vento que nos ameaça pode ser uma perda, uma enfermidade, uma decepção, ou qualquer tribulação, e só uma raiz firme e bem desenvolvida pode sustentar a árvore em qualquer situação, ainda que todas ao seu redor venham ao chão.

Estamos na última semana de 2005, e o fim de mais um ano nos leva a avaliarmos nossas vidas. Será que somos árvores grandes e fortes, ou arbustos ainda em crescimento? Isso deixa de ser primordial, se considerarmos a importância da raiz. É a respeito dela que devemos nos questionar: a nossa raiz está saudável, estamos prontos a passar ilesos por um vento forte?

Felizmente, a misericórdia de Deus não tem fim, e hoje mesmo podemos mudar a nossa história, se reconhecermos nossas falhas e pedirmos que o Pai nos ajude, pois “a raiz do justo não será removida” (Provérbios 13.3). Somente um contato verdadeiro e permanente com Cristo pode tranformar a nossa raiz, ainda que ela esteja superficial, velha ou doente. Peça, e ele fará, humilhe-se diante de Deus, para que Ele possa trabalhar na sua vida e te modificar.

A equipe de Divulgação da IPIC deseja a todos um ano abençoado, no qual todos estaremos nos aprofundando mais em Jesus Cristo, para que nenhum vento ou temporal possa nos atingir. Fiquem todos na paz, e tenham um ótimo ano de 2006.

Luciana Oliveira de Araújo

Mãe…

Publicado em

Eu já te conhecia, desde o início

Sua respiração, sua voz, o som do seu coração…

Finalmente, um dia, vi seu rosto pela primeira vez

O rosto que me mostrou o que é o amor

E eu nem sabia da existência dessa palavra: MÃE

Logo nos primeiros momentos

Percebi o quanto gostava e dependia do seu colo

Era lá onde me sentia seguro, onde me acalmava…

Era onde eu tinha mais daquele sentimento maravilhoso:

O seu amor de MÃE

Meus primeiros esforços para falar

Vieram da necessidade de ter você perto de mim

Quando precisava de algo, quando sentia dor

Você sabia identificar meus sons tão confusos

Porque eles tentavam pronunciar um nome: MÃE

Imagino que não seja fácil a sua função:

Cuidar, corrigir, dizer não, ver sofrer, consolar, ver partir…

Foram (e são) tantas noites de sono perdidas por minha causa

Sei que às vezes você sente falta de me ter nos braços

E muitas vezes ainda tenho vontade de voltar para seu colo de MÃE

Sei que você teve dúvidas, medos, inseguranças

Talvez pensou que não conseguiria cuidar de mim

Mas olhando para o que já vivi ao seu lado

E vendo como parece ser fácil para você

É difícil acreditar que você já não nasceu assim: MÃE

Foram muitos os desafios, e você tem se saído bem

Ainda que o reconhecimento não venha como você merece

Saiba que Deus é louvado pela sua vida

Porque você desempenha o papel mais importante para o qual Ele te criou: Ser Mãe!

Mesmo que o dia-a-dia me impeça de falar,

Talvez por ter me acostumado a simplesmente sentir

Ou pela certeza de que você sabe, a ponto de parecer óbvio falar

Hoje é um bom dia para lembrar:

Eu te amo, MÃE!

Diet

Publicado em

Gente… como falei, tô treinando MMA, começando a gostar de correr… e precisando emagrecer!!!!

Só exercício não faz tudo, então decidi tomar algumas decisões simples que eu TENHO que levar a sério se quiser emagrecer.

1. Evitar besteiras: tirando a época da TPM, doces não me atraem tanto quanto salgados, e salgadinhos mais ainda, e Yokitos… hum…

Melhor que Fandangos!

2. Beber água: Tem a garrafinha na mesa do trabalho… mas também tem a preguiça de ir no corredor encher… só que todo mundo sabe que faz bem, então não tem discussão!

Totalmente indispensável!

3. Cortar refrigerante: Eu amo sucos, mas as vezes parece que o momento “pede” um refri… ao contrário do meu marido, meu nível de dependência é baixo, e pelo bem da minha cintura, consigo cortar, sim.

Totalmente dispensável! (?????)

4. Não comer carboidrato à noite: Já li que não tem nada a ver, mas pra mim funciona muito. Acordo de manhã mais leve, e com muita fome, daí capricho no café da manhã, que eu amoo!

Caesar salad não é tão light, mas ainda sim... é salada! Delícia!!!!!

5. Incluir coisas saudáveis: Eu não tenho problema em comer coisas saudáveis (gosto de todas as frutas, muitos legumes, algumas verduras), mas depois que casei percebi que é mais fácil preparar alimentos não saudáveis (lasanha, sanduiche, pizza…). Mas isso é questão de disciplina… e vergonha na cara! rs…

É basicamente isso. Já aprendi que não posso cortar tudo de uma vez, nem me encher de limitações, pq uma hora canso e “chuto o pau da barraca”. Mas, pra emagrecer e continuar magra, tenho que ter as regras, e de vez em quando me permitir uma exceçãozinha, né?!

Cuidado com o blush!

Publicado em

As famosas também erram!

Um blush pode dar aquele “ar” de saúde, felicidade, riqueza… mas se cair nas “mãos erradas”, pode destruir um visual, como aconteceu com a C&A Girl, Christina Aguilera! Vc pode usar o blush com objetivos diferentes, é só mudar a cor e a forma de aplicação.

1. Para dar apenas um rubor (como se você estivesse corada): Aplique o blush com um pincel redondo, centralizando-o nas maçãs do rosto. Atenção para não ultrapassar a linha do canto externo dos olhos.
Melhores cores: rosa, cereja e pêssego.

2. Para dar um ar sofisticado (ideal para a noite, marca bem as bochechas e ilumina o olhar): O desenho vai da maçã do rosto em direção à orelha. Não aplique o produto próximo ao nariz. Se precisar, tire o excesso com uma esponja com corretivo.
Melhores cores: cobre, dourado e tons de marrom com brilho.

3. Para corrigir (cria uma sombra, causando a impressão de rosto mais fino): Aplique o blush na linha do maxilar, na maçã do rosto até as têmporas e na testa (rente à raiz do cabelo). Se quiser, aplique uma outra cor nas maçãs seguindo os outros dois efeitos anteriores.
Melhores cores: marrom e bege opacos, um tom mais escuro do que a sua pele.

4. Para ganhar uma cor sem ter tomado sol: Passe o blush nas bochechas e no nariz, de um lado para o outro, como se fosse uma máscara. Não se esqueça da ponta do nariz. São as áreas que ficariam naturalmente queimadas.
Melhores cores: terracota, marrom e tons alaranjados, todos sem brilho.

Tirei daqui.

Fora do foco

Publicado em

Não, não estou grávida. Ainda não sei quando o bebê virá… nem se vai ser menino ou menina… mas navegando por aí vi esse quarto e me apaixonei:

Quarto dos (meus) sonhos!!!!

Tem mais detalhes aqui. Lindo demais!!!!

Minha caaaaasa…

Publicado em

Ontem passamos no apartamento. A obra está quase concluída, mas como as vistorias ainda não começaram, ninguém tá podendo entrar. Fomos de noite, só passamos por passar, mas não resistimos e descemos do carro pra “namorar” nosso prédio mais de perto. As luzes da área de lazer e da entrada estavam ligadas… ahhh… não é porque é meu não (é sim!), mas meu prediozinho é liindo demais… eu quero ir pra casa!!!!!! rs

Antes de mudar, a idéia era investir nos armários planejados e fazer uma decoraçãozinha… mas hoje a vontade é mudar no dia que estiver liberado, e depois de um orçamento com preço estratosférico, percebemos que a nossa atual conjuntura econômica não nos permite esse tipo de investimento (hehe… rir pra não chorar ;)).

Então… antes da mudança, só vamos fazer duas pequenas “intervenções”: blindex dos banheiros e pintura da casa. Então, se antes estava viajando nas idéias e tendências de decoração… hoje meu trabalho ficou mais fácil, e a única dúvida é que cor(es) usar??

Estou na dúvida pra qual caminho seguir (sem fugir do neutro, pq né?!… eu sou uma pessoa básica). Como os móveis no apartamento antigo permanecerão, e eles são preto e branco, pensei em usar cinza, preto e chumbo:

A cor predominante seria o cinza claro, e em alguns pontos o cinza mais escuro. O chumbo seria usado só em pequenas áreas.

Vou aperfeiçoar a idéia, e escolher que cor fica em cada lugar… já pensando na decoração que depois será feita. Uma idéia que vi e gostei bastante foi pintar a parede do corredor até a sala, da mesma cor, tipo assim:

Ainda tenho alguns dias pra decidir…